Home

Você S/A >

Qualidade de Vida

A importância das Relações Humanas

Rita Palladino/ Press & Mídia

Nos dias de hoje, todos os setores da vida exigem que as pessoas trabalhem em grupo. A divisão do trabalho cada vez maior torna o dia a dia da empresa mais dependente dos grupos, e dos indivíduos que os compõem. 

Obviamente, como tudo o que envolve pessoas, os problemas de relacionamento aparecem, e uma boa comunicação e cooperação são fatores essenciais para a realização das relações humanas. 

O professor Sebastião Vaz, que dá aulas sobre o tema, afirma que a matéria deveria fazer parte do currículo normal das escolas: “Vemos tantos problemas de relacionamento que já vêm de anos, que às vezes nos deparamos com adultos totalmente incapazes de partilhar ideias e tarefas pelo simples ‘não saber’ de que modo se relacionar, e sim, isso pode ser aprendido”.

“Para se chegar à solução dos problemas de relações humanas, muitas vezes, é preciso fazer experiências, como ligar a produtividade à satisfação dos trabalhadores mudando o ambiente de trabalho e conhecendo cada indivíduo”, diz ele, continuando: “invariavelmente se chegará à conclusão de que os indivíduos não podem ser tratados isoladamente, mas sim como um grupo”. 

Para o professor, o objetivo de cada individuo é o bem-estar, já o da empresa é a eficiência e isso acaba gerando conflitos. “É preciso, portanto, estabelecer um equilíbrio entre a produtividade e a satisfação dos trabalhadores, e isso é o dogma das relações humanas”, afirma Sebastião, que colocou o decálogo abaixo como os Dez Mandamentos das Relações Humanas.

    • Fale com as pessoas. Seja amável. Diga “bom dia” e sempre pergunte como está seu interlocutor. Seja positivo, pois não há nada tão agradável e animado quanto uma palavra de saudação, particularmente nos dias tão violentos quanto os que vivemos na atualidade.

    • Sorria para as pessoas. Usamos mais músculos faciais quando choramos do que quando sorrimos, mas o exercício de sorrir faz mais bem à saúde.

    • Chame as pessoas pelo nome. Evite o “ei você aí”. Ouvir o próprio nome é agradável para todos os seres humanos.

    • Seja amigo e prestativo. Quando somos prestativos com os outros, a resposta é tão prestativa e amiga quanto.

    • Seja cordial. Fale e aja com sinceridade. É preciso que tudo o que se faz seja feito com prazer.

    • Tenha interesse sincero pelos outros.

    • Seja generoso em elogiar e cauteloso em criticar. Os líderes elogiam, sabem encorajar, dar confiança e elevar os outros.

    • Considere os sentimentos dos outros. Existem sempre três lados numa controvérsia: o seu, o do outro, e o lado de quem está certo.

    • Preocupe-se com a opinião dos outros. Ou seja: ouça, aprenda e saiba elogiar. Essas são qualidades de liderança.

    • Sempre dê o melhor de si no trabalho que realiza. O que realmente vale na vida é aquilo que fazemos bem, e temos sempre de nos esforçar para fazer o melhor.
 
Fazer login Inscreva-se

Edição do mês

+ Sumário
+ Edições Anteriores
+ Edições Especiais
 

E-Books

Baixe gratuitamente
Dicas de produtividade

Vídeo

 
 
 
Abril